Por uma Copa do Mundo mais enxuta em 2014

Todo mundo diz que a cada edição a Copa do Mundo perde um pouco da graça. A média de gols é cada vez menor, craques desmotivados, menos partidas emocionantes. A causa, dizem alguns, é o número absurdo de seleções que chegam ao mundial.

A ideia original da FIFA era contar com 16 participantes, apenas a nata do futebol. É verdade que na primeira Copa, em 1930, apenas 13 seleções foram ao Uruguai – houve boicote de muitas nações européias  pelo fato de a FIFA optar por um país-sede sul-americano.

Copa de 1950: não quer ouvir pelo rádio? Vá ao estádio

As Copas seguintes contaram com o número desejado de times – exceção ao torneio do Brasil, em 1950, também com 13 participantes por conta do período de reconstrução mundial pós-Segunda Guerra.  E, a cada edição, a Copa chamava mais e mais a atenção dos torcedores ao redor do planeta. Isso porque só era possível acompanhar as partidas pelo rádio – e nos primeiros mundiais, a transmissão nem era ao vivo (!).

Copa de 1982, primeiro álbum com 24 seleções: haja chiclete!

Os anos passaram, a TV surgiu e as transmissões ao vivo começaram para a alegria dos fãs de futebol. Eis que, em 1982, a FIFA aumentou para 24 o número de seleções com o objetivo de globalizar o futebol e gerar mais dinheiro para o evento. Não satisfeita, a entidade máxima do futebol  decidiu aumentar novamente a quantidade de equipes em 1998: 32 seleções.

32 seleções em 1998: haja dinheiro para completar o álbum...

Por conta do inchaço do torneio, muitos críticos afirmam que a Copa só começa de verdade nas oitavas de final, ou seja, quando sobram apenas 16 seleções na disputa. Se levarmos em consideração esse fato, é possível ver a Copa de 2010 com outros olhos:

– 16 times participantes:  6 seleções europeias, 5 sul-americanas, 2 asiáticas, 2 norte-americanas, 1 africana;

– Itália e França não estariam na Copa;

– 44 gols marcados em 16 jogos: média de 2,75 gols por jogo;

– Apenas um jogo sem gols – Paraguai X Japão;

– A Espanha teria sido campeã marcando apenas 4 gols e não sofrendo nenhum;

– Sneijder e Müller dividiriam a artilharia da Copa com 4 gols;

– O melhor ataque seria mesmo da Alemanha, com 11 gols em 4 jogos – só passou em branco na semifinal contra a Espanha, dona da melhor defesa;

– Entre os melhores jogos da Copa somente Eslováquia 3 X 2 Itália nunca aconteceria;

– As grandes partidas da Copa ainda seriam Alemanha  4 X 1 Inglaterra, Argentina  0 X 4 Alemanha, Alemanha 3 X 2 Uruguai, Gana 1 X 1 Uruguai, Holanda 3 X 2 Uruguai.

Pesando prós e contras, talvez seja hora de começar uma campanha pela volta às origens com menos times na Copa do Mundo de 2014. Afinal, quem quer ver Eslovênia X Argélia? Alguém se comove com Austrália X Eslováquia? Suíça X Honduras, então, nem pensar…

Postado por: Flávio Tamashiro

Anúncios

9 Respostas para “Por uma Copa do Mundo mais enxuta em 2014

  1. Hmmm. Entendo seu ponto, Flavio. Mas gosto tanto de Copa do Mundo que não me contentaria apenas 16 jogos a cada quatro anos!

    E sim, eu assisti a Eslovênia x Argélia. E gostei. Só Suíça x Honduras que não deu. Ninguém merece.

    Abs,
    Marcos Abrucio

    • Marcão,

      Os 16 jogos aconteceriam se a Copa voltasse ao sistema único de mata-mata – caso dos Mundiais de 1934 e 1938. Se a Copa tivesse 16 times e fosse disputada com fase de grupos e mata-mata, teríamos mais partidas: 32 no total. E, acredito, boa parte com futebol de qualidade.

      Abraço.

  2. Um outra proposta em prol da qualidade do espetáculo seria trocar a Copa de data. Em vez de no fim da temporada européia, com os principais craques quebrados e cansados, por que não no meio?

    Fosse assim em 2002, não veríamos Zidane se arrastando. Em 2006, Ronaldinho Gaúcho poderia ter se apresentado melhor. E, em 2010, Rooney, Beckham, Ribery, Messi e Robben agradeceriam.

    Nós também.

    Abs,
    Marcos

    • Concordo com sua proposta de mudança no calendário, Marcão. A maior parte dos craques que jogam na Europa se arrastou na Copa de 2010… Uma pena.

      Abraço.

  3. Alexandre Sacha

    Tô com o Marcos, Copa é bom demais e demora demais pra acontecer, não seria justo se ela ainda fosse mais curta. Que tem uns jogos horríveis, isso tem, mas é o preço que se paga pra ver futebol (em geral bom e se não é bom mesmo assim costuma ser emocionante por ser jogo decisivo) durante um mês inteiro.
    Abraços,
    Ps. o que vai ser do copawriters de agora em diante?

  4. Diminuir o número de seleções participantes significaria, por exemplo, cortar um ou mais times da eliminatória da América do Sul. O que teria provocado, no mínimo, a eliminação do Uruguay, melhor time Sulamericano na Copa. Nesse caso não teríamos, nem a emocionante campanha do Uruguay e nem a atuação do Diego Forlan, melhor jogador do mundial. Vamos continuar assim. É melhor. E quem tiver preguiça de assistir os jogos pode assistir aos melhores momentos na Central da Copa com Tiago Leifert e Caio.

  5. A possível ausência de uma seleção surpreendente como o Uruguai na próxima Copa tem pouco a ver com o número de participantes e muita relação com os critérios obscuros com que as vagas são definidas.

    Na Copa de 2010, a Conmebol teve direito a 4 vagas diretas e uma na respecagem pelo bom desempenho de suas seleções no ranking da FIFA na época. E esse mesmo ranking aponta hoje 5 selecionados sul-americanos entre os 16 primeiros.

    O problema é que, pela falta de transparência na definição das vagas, isso não é garantia de nada. Há uma campanha da Confederação Asiática pela eliminação de uma vaga sul-americana na Copa de 2014 (restariam apenas 3 em disputa já que uma vaga é do Brasil, país-sede). A alegação é que o número de filiados por lá é maior e por isso deveriam ter mais vagas diretas. Na África, há pensamento igual.

    Por sorte, as seleções da Conmebol avançaram à segunda fase da Copa de 2010, o que diminuiu a força desse movimento. Mas como os atuais dirigentes da FIFA precisam do apoio das confederações insatisfeitas para eleições e afins, a América do Sul pode perder o direito de ter 5 seleções no próximo mundial mesmo com 32 vagas em jogo. Argentina e Uruguai que se cuidem…

  6. Pingback: No lucro « Copawriters

  7. Entendo o seu ponto de vista de uma Copa do Mundo restrita aos países mais tradicionais. Eu prefiro o formato com 32 seleções e até acharia interessante se ela fosse expandida para, sei lá, 40 ou 48 seleções (hoje em dia seria inviável porque o número de jogos para uma seleção campeã seria de 9 ou 10 jogos, além de exigir mais estádios, infraestrutura e segurança).

    A intenção da FIFA é promover a evolução do futebol onde ele ainda não tem força. Os EUA, por exemplo, que no futebol ainda não são grande coisa, vem evoluindo desde que a Copa passou a ter 32 equipes. Antes disso, era uma bosta. O mesmo podemos dizer de Coreia do Sul e Japão que chegaram às Oitavas. E a Grécia que, apesar de ainda não ter feito uma campanha respeitável em uma Copa, já venceu uma Eurocopa. Ou seja, o futebol está se expandido e deixando de ser jogado por um grupinho fechado que goleava equipes mais fracas que apenas faziam figuração nas tabelas.

    Além disso tudo, ainda temos o apelo econômico do futebol. Os lucros são maiores.

    E para finalizar, não acho que uma competição onde as equipes são divididas em grupos e onde a sorte de ter caído em chaves mais fracas ou mais fortes reflita muita coisa. Vimos a Inglaterra e Portugal caindo nas Oitavas, Brasil e Argentina nas Quartas… Você acha que Gana tem mais time que POR e ING para ter chegado nas Oitavas? Ou que o Uruguai seja tão bom quanto Brasil ou Argentina? Eu penso que não.

    Uma Copa do Mundo só seria boa mesmo se existisse um sistema de todos contra todos, mas sabemos que por motivos de calendário, isto seria impossível. O formato com 32 times é apenas uma adaptação onde os bons chegam longe, mas isso não quer dizer que sejam os melhores.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s