Uru quê? Uruguaio!

Não tem jeito, amigos: hoje o assunto é o Uruguai.

E tão logo alguém fala em Uruguai e futebol, a imagem clara que se forma em minha cabeça é a de Romário fugindo de um goleiro celeste qualquer num Maracanã lotado e classificando o Brasil rumo a Copa de 1994.

O ano era 1993, o Maraca devia ter mais de 100 mil pessoas e o Parreira aliviou umas 200 toneladas de suas costas quando a rede balançou.

Lembro de passar horas e horas na quadra do meu prédio repetindo este lance junto com amigos. O drible que parecia errado, a arrancada, o chute sem ângulo. (a diferença é que invariavelmente eu errava; sempre fui mais Galeano que Romário.)

Por sinal, esse é o segundo gol daquela vitória por 2 a 0. Antes o Baixinho já havia marcado um de cabeça, testando forte em direção ao solo. Este foi o primeiro passo firme rumo ao grito galvaniano de “Acabou, acabou, é Tetra!”.

Hoje, no entanto, 16 anos depois, eu sou uruguaio desde criancinha. Uruguayo hasta niño.

Seria hipocrisia dizer que quero a Argentina na Copa. Eu não quero. E vou secar tanto o Maradona que ele vai perder uns 20kg ao final do jogo.

Aliás, por que estou falando da Argentina? Hoje o assunto é Uruguai.

Vai, Uruguai!

Postado por: Henrique Rojas.

Anúncios

Uma resposta para “Uru quê? Uruguaio!

  1. Conheci o futebol do Baixinho em um Brasil e Uruguai. Acho que tinha 9 ou 10 anos. Quem assistiu aquele jogo sem dúvida se emocionou.
    O que rolou comigo foi paixão! O melhor atacante que eu ja vi jogar.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s